Cort Clínica

Microcirurgia reconstrutiva

Equipe do Dr. Mogar faz um duplo reimplante das mãos

CIRURGIA INÉDITA NO PAIS DUROU 11 HORAS

SÃO PAULO

A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo realizou uma cirurgia inédita na história da Medicina brasileira: o primeiro reimplante duplo de mãos do País. Após 11 horas de operação, a equipe de Mogar Dreon Gomes, chefe do setor de microcirurgia do Departamento de Ortopedia do hospital, reimplantou as mãos de Anastácio Oruê, 59 anos, cortadas em um acidente no dia 26 de julho 1999.

Os primeiros 10 dias após a cirurgia determinam seu sucesso. A previsão é que Orue recupere 50% dos movimentos em seis meses. Orue é dono de equipamentos gráficos e terceiriza seus serviços para a gráfica Seconsi. Ele cortou as mãos em uma guilhotina, aparelho usado para cortar papel. “A folha ficou presa. Não deu tempo de tirar a mão”, disse Orue. Apesar de ser um profissional experiente, Orue disse que estava cansado. Agora, a felicidade é grande. “Foi 10 vezes um milagre”, desabafou.

Ainda na gráfica, os médicos colocaram as mãos em um saco plásticocom gelo e água. O corte foi na altura dos punhos. Os médicos religaram tendões, nervos e veias do antebraço ao punho. No total, 52 tendões foram costurados, 5 nervos, 2 artérias e 4 veias. Cada sutura foi feita com muita precisão, pois a veia não pode ter um desnível quando religada. Um desnível pode causar uma trombose, disse o médico.

Fonte: O Dia - Rio de Janeiro/RJ19.08.1999

 

Atendimento


Tel (11) 3083-7799
Fax (11) 3082-5783

 

Rua Henrique Schaumann, 286, cj. 34

Pinheiros - CEP 05413-010 São Paulo-SP

Consultas Médicas com hora marcada: 2ª a 6ª feira, das 8:00hs às 18:00hs

Raios-X: 2ª a 6ª feira, das 8:00hs às 18:00hs

Navegação: Home Especialidades Microcirurgia Reconstrutiva